Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo sobe 0,84% após dois dias de forte queda

Os preços do petróleo se estabilizaram e fecharam em alta modesta em Londres e Nova York, depois de dois dias de quedas acentuadas, com os operadores tentando buscar uma direção, segundo analistas. Os contratos futuros de petróleo oscilaram ao redor de US$ 124,00 por barril ao longo do dia na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), depois de o contrato de vencimento mais próximo (atualmente, o de setembro) ter acumulado uma queda de 5% na semana e 14% desde o recorde de fechamento de US$ 145,29 por barril registrado no dia 3 de julho.

Agência Estado |

"Você quer ser um vendedor depois de termos caído mais de vinte dólares? Eu, não", disse o presidente da corretora Paramount Options, Ray Carbone. Mas, depois de perderem cerca de US$ 20,00 por barril, muitos operadores estavam se perguntando se os preços do petróleo ainda podem cair mais.

Alguns operadores receberam com satisfação a pausa na acentuada baixa das últimas oito sessões. "Um pouco de estabilização aqui era esperada depois de tal pressão de baixa", disse o analista sênior Jonathan Benjamin, da New Wave Energy.

A volatilidade também esteve ausente hoje no mercado de petróleo, que chegou a ver alterações de preços de até US$ 10 em um dia nas últimas seis semanas. "Ainda tivemos uma faixa de (oscilação de) US$ 3, que é, eu penso, estável nesses dias", disse Carbone.

Na Nymex, os contratos de petróleo para setembro subiram US$ 1,05, ou 0,84%, e fecharam a US$ 125,49 por barril. Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 123,50 e a máxima de US$ 126,44. Na Bolsa Intercontinental, de Londres, os contratos de petróleo Brent para setembro fecharam a US$ 126,44 por barril, em alta de US$ 1,15, ou 0,92%; a mínima foi de US$ 124,10 e a máxima de US$ 127,25. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG