Tamanho do texto

Por Kevin Plumberg HONG KONG (Reuters) - As principais bolsas asiáticas tiveram uma segunda-feira de alta, com os preços do barril do petróleo se mantendo 20 dólares abaixo do recorde histórico em meio à visão de que a desvalorização do dólar está perto de um fim.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio avançou 1,99 por cento, aos 13.430 pontos, com ações de exportadoras como a Honda Motor e Canon figurando entre as maiores altas.

Na região Ásia Pacífico exceto Japão, às 7h51 (horário de Brasília), o índice MSCI da apresentava valorização de 0,57 por cento, aos 406 pontos.

Depois de atingir recorde a 147,27 dólares o barril em julho, o preço do petróleo acumula queda de 21 por cento, devido aos temores sobre uma demanda menor dos países em desenvolvimento lutando contra uma recessão que parece cada vez mais próxima.

'O dólar tem se fortalecido devido a um deterioração nos dados econômicos fora dos Estados Unidos casando com os preços do petróleo', afirmou Ashley Davies, estrategista de câmbio no UBS em Cingapura.

A bolsa australiana fechou em alta de 0,8 por cento, para 5.026 pontos.

Na Coréia do Sul o mercado fechou com avanço de 0,79 por cento, a 1.581 pontos.

'Se o petróleo começar a subir novamente devido à falta de fundamentos claros, ele irá elevar os riscos de uma reversão parcial nos movimentos recentes', acrescentou o estrategista em nota.

Dados sobre o PIB do Japão e da zona do euro esta semana podem renovar tais temores, particularmente com a expectativa de que ambas as economias encolham numa base trimestral.

Na contramão, o mercado em Xangai caiu mais de 4,6 por cento para seu pior nível desde dezembro de 2006, com empresas ligadas à metais sofrendo as maiores baixas.

Temores sobre uma inflação alta e economia em desaceleração afetaram as ações chinesas, após a divulgação de dados de preços.

O índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong caiu 0,12 por cento, para 21.859 pontos.

(Reportagem adicional de Shinichi Saoshiro)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.