Tamanho do texto

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em leve alta em Nova York e leve baixa em Londres, com a fraca demanda limitando qualquer alta em potencial vinculada à iminente chegada do furacão Ike à costa do Texas (EUA). Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), o preço do petróleo chegou a cair brevemente abaixo de US$ 100,00 por barril no pregão viva-voz para US$ 99,99, pela primeira vez desde 2 de abril.

Mas tratou-se apenas de uma operação isolada e a cotação rapidamente voltou a oscilar acima de US$ 100.

Na sessão regular, os contratos de petróleo com vencimento em outubro fecharam a US$ 101,18 por barril, alta de US$ 0,31 (0,31%). Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 99,99 e a máxima de US$ 102,89.

Em Londres, na ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para outubro caíram US$ 0,06 (-0,06%) e fecharam a US$ 97,58 por barril. A mínima foi de US$ 96,33 e a máxima de US$ 99,44.

Os futuros de petróleo ficaram quase estáveis apesar das previsões indicando que o furacão Ike vai atingir a costa perto de Galveston (Texas), na manhã do sábado. O furacão pode provocar uma elevação do nível do mar nas áreas de Houston e Beaumont-Port Arthur, com potencial de inundar a região que concentra cerca 20% da capacidade de refino de petróleo dos EUA.

Os preços futuros da gasolina mostraram uma reação mais vigorosa ao furacão, subindo mais de 8% entre terça-feira e a manhã de hoje, antes de devolverem parte dos ganhos no final da tarde. Na Nymex, os contratos de gasolina para outubro subiram US$ 0,0208 (0,76%) e fecharam a US$ 2,7696 por galão. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.