Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo reduz alta depois de dados de estoques

A alta de preço dos contratos futuros de petróleo na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) reduziu-se bastante depois da divulgação dos dados dos estoques norte-americanos na semana passada. Corretores chamaram a atenção especialmente para o crescimento dos estoques de gasolina (3,722 milhões de barris) e de destilados (5,614 milhões de barris), quando a expectativa do mercado era de reduções nos dois casos; o estoque de petróleo bruto cresceu 392 mil barris, quando se previa um crescimento de 1,1 milhão de barris.

Agência Estado |

"Todo mundo estava prevendo reduções nos estoques de produtos, por causa dos preços baixos. Sem dúvida, os dados estão colocando bastante pressão no mercado", comentou Tony Rosado, da GA Global Markets. Para o analista Gene McGillian, da Tradition Energy, "neste momento, o principal fator a orientar o mercado é a queda na demanda. Não estou vendo nada que mude isso".

Às 14h18 (de Brasília), os contratos de petróleo com vencimento em janeiro subiam US$ 0,88 por barril (2,09%), para US$ 42,95 depois de terem alcançado, antes da divulgação dos dados norte-americanos, a máxima de US$ 45,00. Os contratos de gasolina para janeiro recuavam US$ 0,0034 (0,36%), para US$ 0,9327 por galão. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG