Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo pode chegar a US$ 500, diz Irã na Opep

O representante do Irã na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammad Ali Khatibi, afirmou que a insegurança regional pode provocar uma explosão de preços que levaria os preços do petróleo para até US$ 500,00 por barril. Se o dólar cair mais e se a crise política se tornar mais grave, o preço do petróleo atingirá até US$ 500,00, declarou Khatibi à revista semanal iraniana Shahrvand-e-Emrooz.

Agência Estado |

O preço recorde do barril de petróleo até hoje foi de US$ 145,29 na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) e de US$ 146,08 na plataforma de negociações ICE, de Londres, ambos em 3 de julho passado. Nesta manhã, o barril do petróleo era negociado a US$ 123,83, alta de 0,45% no dia, no pregão eletrônico da Nymex. Em Londres, o barril estava cotado a US$ 125,20, alta de 0,55%.

Ao falar sobre o cenário de tensão entre seu país com os EUA e Israel, Khatibi disse que "se o estado de guerra prevalecer na região, não é só a produção do Irã que será cortada, mas a de toda região. Se o petróleo do Irã não puder deixar a região, o petróleo dos outros também não conseguirá sair."

Já o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou em entrevista à rede de TV norte-americana NBC que o petróleo está "supervalorizado" e que os preços nos mercados internacionais não são "realistas". Ahmadinejad disse ainda que os mercados estão "manipulados". As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG