Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo oscila, mas amplia alta após dados dos EUA

Os contratos futuros de petróleo, negociados em Londres e em Nova York, oscilaram logo após a divulgação dos estoques semanais norte-americanos, mas firmaram-se em alta e agora sobem mais do que avançavam antes da divulgação dos dados. Por volta das 12h50 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em agosto avançava 1,21%, a US$ 142,68 na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

Agência Estado |

Na plataforma ICE, em Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento ganhava 1,66% a US$ 143,00 o barril.

Hoje, o Departamento de Energia dos EUA divulgou dados mistos sobre os estoques da matéria-prima (commodity) e derivados na semana encerrada na última sexta-feira (dia 27 de junho). As reservas de petróleo recuaram cerca de 2 milhões de barris, enquanto analistas esperavam que aumentassem em 100 mil barris. Já os estoques de gasolina contrariam a previsão de queda de 100 mil barris e avançaram 2,1 milhões de barris. Os estoques de destilados avançaram 1,264 milhão de barris, menos que o 1,8 milhão estimado.

"É um resultado definitivamente misto", afirmou Tom Bentz, corretor e analista do BNP Paribas em Nova York. "Minha primeira reação ao ver estes dados foi considerá-los um pouco negativos para os preços do petróleo. Mas tivemos uma queda nos preços e os compradores voltaram, fazendo as cotações subirem de novo", declarou. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG