Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo nos EUA fecha em queda com produção maior da Opep

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira com o crescimento da produção da Opep pelo terceiro mês consecutivo, compensando as preocupações com a tempestade tropical Edouard e com uma inflação acima da esperada nos Estados Unidos alimentando os temores sobre a demanda. Operadores se mantiveram em alerta sobre a disputa do programa nuclear do Irã, após o país islâmico afirmar que não irá interromper o seu programa nuclear.

Reuters |

'O petróleo está em queda apesar da formação de tempestades, e isto mostra como a cinética mudou neste mercado', disse Phil Flynn, analistas da Alaron Trading.

Na Nymex, o contrato setembro fechou em queda de 3,69 dólares, ou 2,95 por cento, a 121,41 dólares por barril, após ser negociado entre 119,50 e 126,35 dólares.

O fechamento e a mínima do dia atingiram a menor nível desde 6 de maio.

Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent recuou 3,50 dólares, ou 2,82 por cento, a 120,14 dólares por barril, sendo negociado entre 118,80 e 125,30 dólares.

As ofertas da Opep cresceram pelo terceiro mês consecutivo em julho devido a uma produção maior da Arábia Saudita.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG