NOVA YORK (Reuters) - Os futuros do petróleo nos Estados Unidos fecharam em alta nesta sexta-feira com preocupações sobre o Irã e sua disputa com o Ocidente por conta de seu programa nuclear, disseram traders. Problemas de fornecimento na Nigéria colaboraram para a alta.

Mas os ganhos foram limitados com os operadores realizando lucros após uma alta de mais de 4 dólares durante a sessão.

Na Nymex, o contrato setembro fechou em alta de 1,02 dólar, ou 0,82 por cento, a 125,10 dólares por barril, após ter sido negociado entre 122,10 e 128,60 dólares.

No acumulado da semana, o petróleo subiu 1,84 dólar, ou 1,49 por cento. A commodity atingiu um recorde a 147,27 dólares em 11 de julho.

'Eu acho que é mais nervosismo israelense sobre o Irã', afirmou Tom Kinght, chefe de operações da Truman Arnold.

Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent subiu 0,23 dólar, ou 0,19 por cento, a 124,21 dólares por barril, operando entre 121,94 e 127,94 dólares.

O Irã está caminhando para um grande avanço em seu programa nuclear, afimou o ministro israelense Shaul Mofaz nesta sexta-feira.

'Até 2010 (o Irã) terá a opção de elevar (a produção de urânio) para níveis militares'. disse ele em coletiva em Washington.

Mas Mofaz, candidato para suceder o primeiro-ministro Ehud Olmert, afirmou que apoia a diplomacia e que outras opções são 'últimos recursos'.

A produção de petróleo da Nigéria perdeu 150 mil barris por dia após militantes sabotarem os dois principais oleodutos da Royal Dutch Shell nesta semana.

(Reportagem de Gene Ramos e Robert Gibbons)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.