NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo nos Estados Unidos fecharam em queda pela terceira sessão consecutiva nesta terça-feira, puxados por preocupações sobre a demanda e por um forte dólar após os preços do petróleo e do gás subirem com a interrupção dos oleodutos na Geórgia. Na Nymex, o contrato setembro fechou em queda de 1,44 dólar, ou 1,26 por cento, a 113,01 dólares por barril, sendo negociado entre 112,31, menor valor desde 2 de maio, e 115,95 dólares.

Em Londres, o contrato setembro do petróleo tipo Brent caiu 1,52 dólar, ou 1,35 por cento, a 111,15 dólares por barril, após ser negociado entre 110,47 e 114,31 dólares.

Os dados de estoque do governo que serão divulgados na quarta-feira devem mostrar uma queda de 200 mil barris nos estoques de petróleo dos EUA, baixa de 2,1 milhões de barris de gasolina e uma alta de 1,9 milhão de barris de derivados, segundo pesquisa da Reuters com analistas divulgada nesta terça-feira.

O dólar se fortaleceu levemente frente ao euro nesta sessão, com a alta da moeda norte-americana contida por uma realização de lucro.

'O reconhecimento do mercado que como consequência dos crescentes preços do petróleo a economia dos Estados Unidos, União Européia e Japão desaceleraram tem pressionado os preços decadentes', disse Mike Fitzpatrick, vice-presidente da MF Global afirmou em nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.