Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo Intermediário leve do Texas (WTI) cai 6,7% na abertura

Nova York, 1 dez (EFE).- O preço do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) caiu 6,7% hoje pouco depois da abertura da bolsa em Nova York, ficando em US$ 50,81 por barril, depois de a Opep evitar variar seu nível de oferta na reunião do fim de semana.

EFE |

Os contratos de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em janeiro caíram hoje US$ 3,62 em relação ao preço com o qual haviam finalizado o pregão de sexta-feira na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex).

Na sexta, com um volume de negócio muito inferior ao habitual, o valor do petróleo WTI não variou em relação ao dia anterior e fechou o mês de novembro com queda de quase 20% em relação a outubro.

Os valores dos combustíveis também mostraram hoje uma clara tendência de baixa no mercado nova-iorquino.

Os contratos de gasolina para entrega em janeiro caíram US$ 0,07 em relação ao preço anterior, ficando em US$ 1,14 por galão (3,78 litros).

O gasóleo de calefação para entrega nesse mesmo mês se negociou a US$ 1,6479 por galão, US$ 0,08 abaixo do nível de sexta-feira.

Os contratos de gás natural para entrega em janeiro se baratearam também em US$ 0,08 e ficaram em US$ 6,42 por mil pés cúbicos.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu no sábado não modificar suas cotas vigentes de produção, depois que alguns analistas anteciparam que poderia cair novamente seu nível de oferta para frear a persistente queda dos preços do petróleo.

A Opep, que fez uma reunião informal na capital do Egito, Cairo, decidiu adiar qualquer decisão ao respeito até 17 de dezembro, quando deve realizar uma reunião ministerial em Oran, na Argélia.

Esta organização fornece 27,3 milhões de barris diários (cerca de 40% da produção mundial), segundo decidiu em 24 de outubro, após aprovar na ocasião um corte de 1,5 milhão de barris diários.

No entanto, este rebaixamento na oferta não evitou que o preço do petróleo seguisse caindo nos mercados internacionais e que se negociasse inclusive em Nova York a menos de US$ 50 dólares no final de novembro, algo que não ocorria há mais de três anos. EFE vm/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG