Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha em queda de mais de US$ 3 em Londres e Nova York

SÃO PAULO - As cotações do petróleo no mercado futuro encerraram mais um pregão em queda. O menor temor quanto à tempestade tropical Edouard e os receios despertados pela escalada da inflação nos Estados Unidos estimularam a venda dos contratos e a consequente queda dos preços.

Valor Online |

Em Nova York, o barril do tipo WTI negociado para setembro recuou US$ 3,69, a US$ 121,41. O vencimento de outubro fechou a US$ 121,69, com decréscimo de US$ 3,81.

Em Londres, o barril de Brent para setembro terminou a US$ 120,68, declínio de US$ 3,50. O contrato de outubro perdeu US$ 3,49, a US$ 122,03.

A tempestade tropical Edouard pode ganhar intensidade e se transformar em furacão. No entanto, os especialistas acreditam que ele tocará o solo do Texas amanhã, sem danificar as refinarias de petróleo localizadas no Golfo do México.

Os investidores também reagiram à divulgação da inflação americana medida pelo índice de preços relacionado ao gasto do consumidor (PCE, na sigla em inglês). O núcleo do PCE, que exclui alimentos e energia da conta, aumentou 0,3%, em linha com o esperado. No entanto, o índice cheio avançou 0,8% sobre maio, maior alta desde 1981. O aumento da inflação pode levar os americanos a consumir menos, o que reduziria a demanda por petróleo. Com esse raciocínio, os investidores desmontaram posições nesse mercado hoje.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG