Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha em queda, à espera de dados do setor

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), com os operadores se colocando de lado à espera dos relatórios sobre os níveis dos estoques e de demanda nos EUA e no mundo, segundo operadores e analistas. Os participantes do mercado também estão monitorando os progressos do pacote de estímulo de ao redor de US$ 800 bilhões dos EUA, que muitos esperam que pelo menos impeça um declínio adicional dos preços da matéria-prima.

Agência Estado |

Os preços permaneceram firmes dentro das faixas de sexta-feira, em meio a poucas notícias para dar direção ao mercado. Contudo, amanhã começam a sair vários relatórios, com o mensal Perspectiva de Curto Prazo do Departamento de Energia dos EUA e o semanal do Instituto Americano de Petróleo. Na quarta-feira, a Agência Internacional de Energia divulga seu relatório mensal do mercado de petróleo, com o relatório do Departamento de Energia sobre os níveis dos estoques comerciais fechando a série.

"Haverá uma sobrecarga de estímulo para os analistas de petróleo no curto prazo", disse Tim Evans, analista da Citi Futures Perspective. "Para muitos operadores, eles vão simplesmente recuar e seguir a alta e queda dos preços como todos", acrescentou.

O foco provavelmente vai permanecer o mesmo das últimas semanas, com os participantes do mercado observando qualquer mudança nos tristes níveis de demanda por petróleo nos EUA e elevados níveis dos estoques.

Na Nymex, os contratos de petróleo para março caíram US$ 0,61, ou 1,52%, e fecharam a US$ 39,56 por barril. Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 39,43 e a máxima, de US$ 42,43.

Na ICE Futures, em Londres, os contratos de petróleo Brent para março caíram US$ 0,19 e fecharam a US$ 46,02 por barril. A mínima foi de US$ 45,53 e a máxima, de US$ 48,42. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG