Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha em forte queda, influenciado por temores sobre demanda

Os preços do petróleo caíram quase cinco dólares nesta quinta feira em Nova York, afetados pelos persistentes temores sobre a demanda, em um contexto de muitas incertezas econômicas.

AFP |

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em novembro fechou a 93,97 dólares, uma queda de 4,56 dólares em relação a quarta-feira.

Em Londres, o barril do tipo Brent do mar do Norte com o mesmo vencimento caiu 4,77 dólares, encerrando a 90,56 dólares.

"É a mesma história desde ao começo da semana: os investidores temem uma forte desaceleração da economia mundial", comentou Adam Sieminski, do Deutsche Bank.

Num momento em que a crise financeira perturba os mercados e afeta a Europa, os operadores temem as conseqüências dos problemas econômicos sobre a demanada de cru.

"Se as pessoas estão sem dinheiro, não poderão comprar petróleo", resumiu Sieminski.

"Há a sensação de que uma séria desaceleração econômica está em curso, e que continuará afetando de maneira negativa os preços das matérias-primas", disse por sua vez John Kilduff, da MF Global. "O alarme está soando por todos os lados mundo afora".

Nos Estados Unidos, maior consumidor mundial, a demanda por produtos petroleiros caiu 7,1% nas últimas quatro semanas em relação ao mesmo período do ano passado, segundo estatísticas do departamento de Energia (DoE) americano.

Em conseqüência, os analistas da Merrill Lynch reduziram à metade sua estimativa de crescimento da demanda mundial de petróleo em 2009, a 400.000 barris diários.

gmo/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG