Os preços do petróleo fecharam em queda nesta sexta-feira em Nova York, com os investidores atentos às negociações nos Estados Unidos sobre o plano de resgate bancário.

Na Bolsa Mercantil de Nova York, o barril de WTI (West Texas Intermediate, designação do "light sweet crude" negociado nos Estados Unidos) para entrega em novembro fechou cotado a 106,89 dólares, uma queda de 1,13 dólares em relação a quinta-feira.

"A incerteza sobre o plano de resgate dos bancos americanos empurrou os preços para baixo", explicou Randy Ollenberger, da BMO Nesbitt Burns.

"Se a economia americana sofre porque o plano ainda não foi aprovado, a demanda pelo petróleo diminui e o mercado leva em conta esta possibilidade", ponderou o analista.

Além das dificuldades enfrentadas pelo governo para aprovar seu plano, os temores sobre o futuro do sistema bancário mundial encontraram eco na quinta-feira na falência do sexto maior banco americano, o Washington Mutual. As autoridades americanas organizaram a transferência de suas atividades bancárias para o JPMorgan Chase por 1,9 bilhão de dólares.

A transação é "o último sinal da perigosa situação de nosso sistema financeiro e de nossa economia", estimou o candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama.

Depois da quebra do Lehman Brothers, há duas semanas, as cotações do petróleo não flutuam mais em função apenas da oferta e da demanda, influenciadas em grande medida pelos temores sobre o sistema bancário dos Estados Unidos e a capacidade do governo de acabar com a crise.

mla/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.