Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha em baixa apesar da queda nos estoques

Os preços do petróleo terminaram o dia em queda, apesar de um surpreendente declínio nos estoques comerciais de petróleo bruto e produtos refinados nos Estados Unidos, uma vez que a fraca demanda continua a pesar sobre o mercado. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo para janeiro caíram US$ 0,17, ou 0,36%, e fecharam a US$ 46,79 por barril.

Agência Estado |

Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 46,26 e a máxima de US$ 48,10. Na ICE Futures, em Londres, os contratos de petróleo Brent para janeiro fecharam estáveis em US$ 45,44 por barril. A mínima foi de US$ 44,87 e a máxima, de US$ 46,59.

O mercado de petróleo permanece preso em uma espiral de baixa induzida pela fraca demanda que levou os futuros de petróleo a saírem de um nível recorde acima de US$ 145 por barril em julho para abaixo de US$ 50 por barril nos últimos dias. Embora a demanda tenha começado a estabilizar nos EUA, mas abaixo dos níveis de há um ano, os participantes do mercado esperam um enfraquecimento global adicional.

O Barclays Capital é o mais recente banco a prever que a demanda global por petróleo vai contrair em 2009, em 130 mil barris diários, conforme mais economias caem em recessão. E o presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Chakib Khelil, corroborou a avaliação de que os preços podem cair mais. "Os preços podem cair para níveis muito, muito baixos - vai depender das condições de oferta e demanda, níveis dos estoques e também do crescimento econômico global futuro", disse. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG