Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha em alta com Opep discutindo novo corte

Os preços do petróleo subiram hoje, depois que membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) lançaram a ideia de uma nova série de cortes na produção em reação ao enfraquecimento da demanda, segundo operadores e analistas. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo com entrega em fevereiro fecharam a US$ 37,78 por barril, em alta de US$ 0,19, ou 0,51%.

Agência Estado |

Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 36,10 e a máxima, de US$ 39,50. Na ICE Futures, de Londres, os contratos de petróleo Brent para fevereiro fecharam a US$ 44,83 por barril, em alta de US$ 1,92, ou 4,48%. A mínima foi de US$ 41,84 e a máxima, de US$ 45,59.

O mercado recebeu suporte dos comentários de vários membros da Opep - incluindo do secretário-geral - sugerindo que o cartel pode decidir por uma terceira rodada de corte na oferta. A próxima reunião ministerial da Opep está marcada para 15 de março.

Apesar de a mais recente redução na oferta, acertada em 17 de dezembro, ter entrado em vigor em 1º de janeiro, com forte adesão de alguns dos maiores exportadores do grupo, como Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos (EAU), os preços do petróleo acumulam uma queda de 13% desde aquela reunião, uma vez que a situação econômica global continua a se deteriorar.

O secretário-geral da Opep, general Abdalla Salem El-Badri, disse que o próximo encontro poderá ser usado para "tomar medidas adicionais para equilibrar o mercado", se ele ainda estiver com excesso de oferta.

As atenções do mercado se voltam agora para o relatório semanal dos estoques comerciais dos EUA, nesta quarta-feira. Os estoques em Cushing (Oklahoma), ponto de entrega dos contratos da Nymex, estão em níveis recorde de 32,2 milhões de barris. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG