Os contratos de petróleo para fevereiro fecharam em alta antes do seu vencimento ao final do pregão viva-voz na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Contudo, os contratos para março, que a partir de agora assumem o posto de contrato de primeiro mês de vencimento, fecharam em baixa, refletindo as preocupações do mercado sobre o excesso de oferta.

Na Nymex, os contratos de petróleo para fevereiro subiram US$ 2,23, ou 6,11%, e fecharam a US$ 38,74 por barril. Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 32,70 e a máxima, de US$ 39,55. Os contratos de petróleo para março fecharam a US$ 40,84 por barril, em baixa de US$ 1,73, ou 4,06%.

Uma diferença grande de preço se desenvolveu entre os contratos futuros de petróleo de primeiro e segundo mês de vencimento, baseada no temor de que a fraca demanda está levando os estoques comerciais de petróleo nos EUA a se aproximarem do limite da capacidade. Os estoques em Cushing (Oklahoma), ponto de entrega física dos contratos da Nymex, estão em níveis recorde e algumas companhias estão estocando petróleo no mar, em petroleiros.

Um superávit na oferta tende a reduzir o preço do contrato de primeiro mês de vencimento com relação aos meses seguintes, uma estrutura conhecida como contango.

Os contratos de fevereiro e março convergiram hoje, com a diferença entre ambos encolhendo de US$ 6,43 para US$ 2,10 por barril, a menor entre os contratos de primeiro e segundo mês de vencimento em seis semanas. Operadores estavam apostando que a diferença iria aumentar nos últimos dias do contrato para fevereiro, repetindo o que ocorreu com o contrato de janeiro, que venceu com um desconto de US$ 8,49 em relação ao contrato de fevereiro.

Quando a diferença começou a diminuir na sexta-feira, operadores compraram os contratos para fevereiro e venderam os de março para deixarem aquelas posições, segundo operadores e analistas.

Na ICE Futures, em Londres, os contratos de petróleo Brent para março fecharam em US$ 43,62 por barril, em baixa de US$ 0,88, ou 1,98%. A mínima foi de US$ 42,96 e a máxima de US$ 45,64. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.