Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha com menor preço em três anos e meio

Os contratos futuros de petróleo fecharam nos menores preços em três anos e meio com os investidores cada vez mais preocupados com os rumos da economia mundial, que também pressiona fortemente os mercados de ações. O vencimento hoje do contrato de dezembro contribuiu para deixar o mercado mais volátil, mas poucos esperam que os preços interrompam sua trajetória de queda.

Agência Estado |

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo com entrega do produto em dezembro fecharam com queda de US$ 4,00, ou 7,46%, a US$ 49,62 por barril, fechamento mais baixo desde 23 de maio de 2005. O contrato de janeiro, que passa a ser o primeiro vencimento a partir de amanhã, fechou com queda de US$ 4,68, ou 8,65%, a US$ 49,42 o barril. No sistema eletrônico ICE Futures, em Londres, o contrato para janeiro fechou com queda de US$ 3,64 a US$ 48,08 por barril, fechamento mais baixo desde 20 de maio de 2005.

As cotações de petróleo acompanharam as ações, que também caíram forte na Europa e nos Estados Unidos diante de novos dados econômicos negativos. Os pedidos de auxílio-desemprego atingiram o maior nível em 16 anos nos EUA, enquanto na Europa montadoras anunciaram demissões. O mercado de petróleo continuará seguindo o de ações, disse Brad Samples, analista da Summit Energy.

E a retração econômica chegou aos mercados emergentes, cuja demanda foi em grande parte responsável pelo rali do petróleo para perto dos US$ 150 por barril. Analistas do Goldman Sachs disseram que na Ásia a demanda caiu a uma taxa "inesperada e sem precedentes". Se o consumo se estabilizar, os preços do petróleo podem oscilar em torno dos US$ 50 por barril na maior parte de 2009. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG