Tamanho do texto

Os preços do petróleo ganharam cerca de US$ 3, nesta quarta-feira, em Nova York, depois do anúncio de uma forte queda das reservas de gasolina nos Estados Unidos, primeiro consumidor mundial.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do "light sweet crude", para entrega em setembro, fechou em US$ 116, uma alta de US$ 2,99, em relação ao fechamento de ontem.

No InterContinental Exchange (ICE) de Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em setembro terminou em US$ 113,47, uma alta de US$ 2,32.

"A queda das reservas da gasolina estimulou os investidores a comprar petróleo", explicou Ellis Eckland, analista independente com escritórios em Chicago (Illinois, norte dos EUA).

As reservas de gasolina caíram 6,4 milhões de barris, a 202,8 milhões de barris, contra uma queda de 2 milhões de barris esperada pelos analistas, na semana finalizada em 8 de agosto.

Essa é a terceira semana consecutiva em baixa desses estoques, que são acompanhados de perto pelos investidores durante o verão (hemisfério norte), temporada de alto consumo.

A queda se deve, segundo os analistas, a uma redução da produção nas refinarias americanas, cujo ritmo (85,9% de sua capacidade de funcionamento) é o mais baixo para um mês de agosto.

lo/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.