Os preços do petróleo registraram uma alta sem precedentes nesta segunda-feira em Nova York, subindo US$ 16 ao longo da sessão por influência da queda do dólar e de fatores técnicos.

O West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em outubro subiu US$ 16,37, fechando a US$ 120,92 o barril em Nova York, impulsionado pelo dólar em queda e pelo plano de reativação econômica dos Estados Unidos.

Uma hora antes, o barril havia superado os US$ 110 dólares pela primeira vez desde 29 de agosto.

Leia mais sobre petróleo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.