Tamanho do texto

Os preços do barril de petróleo caíram novamente nesta quinta-feira em Nova York, fechando abaixo dos 70 dólares pela primeira vez desde agosto de 2007, depois do anúncio de uma forte alta nas reservas petroleiras dos Estados Unidos na semana passada.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em novembro fechou em 69,85 dólares, em baixa de 4,69 dólares em relação ao fechamento de quarta-feira, depois de ter caído a 68,57 dólares durante a sessão.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte, também para entrega em novembro, perdeu 4,48 dólares, fechando em 66,32 dólares, depois de chegar a 65,45 dólares na sessão.

Depois de uma queda de quatro dólares na quarta-feira, os preços voltaram a cair depois da divulgação do informe semanal do Departamento de Energia (DoE) norte-americano, que indicou um grande aumento dos estoques de petróleo na semana passada.

As reservas de cru dispararam em 5,6 milhões de barris, para 308,2 milhões de barris na semana concluída em 10 de outubro, quando os analistas previam um aumento de apenas 2,2 milhões de barris.

A queda da demanda se confirmou: nas últimas quatro semanas, os norte-americanos consumiram em média 18,6 milhões de barris diários em produtos derivados de petróleo, em queda de 8,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

gmo/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.