Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha abaixo de US$ 60 em NY com maior pessimismo global

SÃO PAULO - O pessimismo com a economia global voltou a predominar na maioria dos mercados hoje e justificou nova baixa dos preços do petróleo. A avaliação de que haverá recessão em países desenvolvidos continua deprimindo as expectativas de demanda por energia e combustíveis, o que reduz a cotação da commodity nos mercados internacionais.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para o mês de dezembro em Nova York fechou a US$ 59,33, com baixa de US$ 3,08. O vencimento para o mês seguinte caiu US$ 3,05, para US$ 60,22. Em Londres, o barril de Brent para o mês que vem declinou US$ 55,71, para US$ 3,37. O vencimento para janeiro de 2009 encerrou cotado a US$ 57,75, com desvalorização de US$ 3,36.

O contrato mais líquido de Nova York não caía abaixo de US$ 60 por barril desde março de 2007. A baixa de hoje refletiu o temor de que a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) reduza as estimativas de demanda para 2009 tendo em vista as previsões de recessão em algumas economias e de desaceleração econômica global.

Se a redução for confirmada, será o terceiro movimento consecutivo nesse sentido. A alta do dólar, que também tem influência no desempenho das commodities também colaborou para o recuo de preços.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG