Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo fecha abaixo de US$ 42 com fraca demanda

Os contratos futuros de petróleo caíram nesta quinta-feira pela terceira sessão consecutiva, com os investidores temendo que a fraca demanda e os crescentes estoques levem os preços para novas mínimas, segundo operadores e analistas. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos de petróleo para fevereiro caíram US$ 0,93, ou 2,18%, e fecharam a US$ 41,70 por barril.

Agência Estado |

Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 40,54 e a máxima de US$ 43,63.

Os preços do petróleo estão recuando depois de uma modesta recuperação para acima de US$ 50 por barril registrada na terça-feira. O mercado ainda está bem acima da mínima em cinco anos, de US$ 33,87 por barril, registrada na metade de dezembro, mas pode estar caminhando para aquele nível novamente com as novas indicações de fraca demanda e aumento dos estoques.

Os estoques em Cushing (Oklahoma), ponto de entrega dos contratos da Nymex, atingiram 32 milhões de barris na semana passada e se aproximam do limite máximo ao redor de 45 milhões de barris. Sem poderem fazer a entrega, o mercado futuro de petróleo pode ficar inundado com vendedores desesperados quando se aproximar o vencimento do contrato de entrega para fevereiro.

Na época do vencimento dos contratos de janeiro na metade de dezembro, a situação apertada de estocagem levou à escalada do custo de aceitação da entrega de petróleo em Cushing. O preço do contrato para janeiro despencou e a diferença para o contrato seguinte - no caso o de fevereiro - caiu para um nível recorde US$ 9,00 por barril. Em um dado momento da sessão, o contrato para janeiro chegou a cair abaixo de US$ 33 por barril.

"Parece que provavelmente vamos ver uma repetição daquela ruptura no spread (diferença) que tivemos em dezembro", disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch & Associates.

Na ICE Futures, em Londres, os contratos de petróleo Brent para fevereiro fecharam a US$ 44,67 por barril, em queda de US$ 1,19, ou 2,60%. A mínima foi de US$ 43,75 e a máxima de US$ 47,36. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG