Os preços do petróleo terminaram a semana nesta sexta-feira com uma nota negativa, perdendo novamente mais de dois dólares durante a sessão, devido aos temores de uma redução do consumo energético e apesar de a OPEP ter aumentado sua produção.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril 'light sweet' para entrega em setembro perdeu nesta sexta-feira 2,23 dólares em relação à sessão da véspera, fechando em 123,26 dólares.

No acumulado da semana, os preços recuaram 5,62 dólares em Nova York.

"Os fundamentais da offerta e da demanda recomeçaram a fazer efeito", explicou Phil Flynn, analista do escritório Alaron Trading.

Os Estados Unidos anunciaram quarta-feira uma redução do consumo dos produtos derivados do petróleo. A gasolina foi a mais afetada, com uma diminuição de 2,4% em relação ao ano passado.

Paralelamente, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que representa 40% da produção mundial, aumentou sua oferta em 200.000 barris entre junho e julho, segundo a companhia de serviços petroleiros Petrologistics.

"Os preços vão cair para 120 dólares na próxima semana", antecipou John Kilduff, analista da MF Global.

lo/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.