Os preços do petróleo voltaram a superar 100 dólares o barril depois que a Opep cortou a produção do cartel em 520.000 barris diários (b/d).

O Brent do Mar do Norte para entrega em outubro era negociado a 101,17 dólares o barril, uma alta de 83 centavos em relação ao fechamento de terça-feira. A cotação chegara a US$ 98,89 mais cedo.

Em Nova York, o light sweet crude (West Texas Intermediate) para outubro ganhava 87 centavos, a 104,13 dólares o barril.

Nesta quarta-feira, a Agência Internacional de Energia (AIE) reduziu as previsões de demanda mundial de petróleo para 2008 e 2009.

A AIE, que pertence à Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que defende os interesses dos países consumidores de petróleo, diminuiu as previsões de demanda mundial para 2008 e 2009, respectivamente, em 86,8 milhões de barris diários (mbd) e 87,6 mbd.

burs/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.