Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os preços do petróleo sobem nesta tarde. A paridade do dólar frente a outras moedas, tensões geopolíticas e a queda mais marcada nos estoques de cru dos Estados Unidos seguem tendo impacto nas operações.

Os comentários do ministro saudita do Petróleo, Ali Naimi, também repercutem nos negócios. Ele se mostrou preocupado com o nível do preço do petróleo e sugeriu que a Arábia Saudita está pronta para elevar sua produção se houver necessidade.

Durante o Congresso Mundial de Petróleo, em Madri, na Espanha, Naimi disse que não existe restrição de abastecimento no mercado e atribuiu as altas cotações do petróleo principalmente à especulação, mas citou outros fatores, como o dólar fraco e desastres naturais.

Minutos atrás em Nova York, o WTI para agosto aumentava US$ 0,83, a US$ 144,40. O vencimento de setembro estava estável, a US$ 144,14.

Em Londres, o Brent com entrega em agosto alcançava US$ 145,15, com elevação de US$ 0,89. O contrato de setembro tinha acréscimo de US$ 0,74, cotado a US$ 145,55.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia mais sobre petróleo 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.