Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo é comercializado acima de US$ 145 em Londres e de US$ 144 em Nova York

SÃO PAULO - Os preços do petróleo sobem nesta tarde. A paridade do dólar frente a outras moedas, tensões geopolíticas e a queda mais marcada nos estoques de cru dos Estados Unidos seguem tendo impacto nas operações.

Valor Online |

Os comentários do ministro saudita do Petróleo, Ali Naimi, também repercutem nos negócios. Ele se mostrou preocupado com o nível do preço do petróleo e sugeriu que a Arábia Saudita está pronta para elevar sua produção se houver necessidade.

Durante o Congresso Mundial de Petróleo, em Madri, na Espanha, Naimi disse que não existe restrição de abastecimento no mercado e atribuiu as altas cotações do petróleo principalmente à especulação, mas citou outros fatores, como o dólar fraco e desastres naturais.

Minutos atrás em Nova York, o WTI para agosto aumentava US$ 0,83, a US$ 144,40. O vencimento de setembro estava estável, a US$ 144,14.

Em Londres, o Brent com entrega em agosto alcançava US$ 145,15, com elevação de US$ 0,89. O contrato de setembro tinha acréscimo de US$ 0,74, cotado a US$ 145,55.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia mais sobre petróleo 

Leia tudo sobre: petroleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG