Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai por receio de corte insuficiente da Opep

LONDRES - Os preços do petróleo operam em baixa, pressionados por receios de que o potencial corte na produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não será suficiente para contrabalançar o enfraquecimento na demanda. Às 14h20 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo com entrega em janeiro negociado na Bolsa Mercantil de Nova York caía US$ 0,75, ou 1,69%, para US$ 43,76 o barril. Em Londres, o contrato do petróleo tipo Brent para janeiro subia US$ 0,09, ou 0,20%, para US$ 44,69 o barril.

Agência Estado |

Mais cedo o ministro de Petróleo da Arábia Saudita, Ali Naimi, disse que a Opep anunciará um corte de produção de aproximadamente 2 milhões de barris por dia amanhã, depois da reunião dos representantes do grupo em Oran, na Argélia. A redução na oferta é uma tentativa de enxugar os estoques excessivos do produto e de dar suporte aos preços.

Os participantes do mercado esperavam um corte de 2 milhões de barris por dia, mas a confirmação deste número pela Arábia Saudita, país mais influente no cartel, diminuiu as expectativas de surpresas na reunião.

"Claramente o mercado já descontou o corte de 2 milhões de barris e avalia que não é suficiente", disse Addison Armstrong, analista da Tradition Energy, acrescentando que, no entanto, a Opep ainda pode exceder as expectativas.

Leia tudo sobre: opep

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG