Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai para US$ 100,87 o barril em Nova York

Os preços futuros do petróleo encerraram em queda, depois de atingirem o menor preço durante o pregão em cinco meses, pressionados pelas perspectivas de enfraquecimento na demanda nos EUA e na Europa e pela valorização do dólar ante o euro. A chegada do furacão Ike ao Golfo do México evitou um declínio mais acentuado.

Agência Estado |

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos de petróleo com vencimento em outubro caíram US$ 1,71, ou 1,67%, para US$ 100,87 o barril. Incluindo as transações eletrônicas do sistema Globex, a mínima foi de US$ 100,10 e a máxima foi de US$ 103,95.

Em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para outubro encerraram em baixa de US$ 1,33, ou 1,34%, para US$ 97,94 o barril.

A mínima registrada durante a sessão da Nymex foi 32% inferior ao recorde atingido em meados de julho e também o valor mais próximo de um preço de dois dígitos para os futuros do petróleo desde o início de abril.

Operadores entraram num "cabo de guerra" sobre o preço de US$ 100 o barril, importante barreira psicológica para o mercado, nesta quarta-feira. Até agora, aqueles que acreditam que este valor deve marcar um piso para o mercado estão ganhando, de acordo com Matt Zeman, diretor de negociações do LaSalle Futures Group em Chicago. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG