Os preços do petróleo terminaram, nesta sexta-feira, com uma queda de quase 7 dólares, depois do fortalecimento da moeda americana e da reabertura de um oleoduto que transporta cru do Mar Cáspio para o Mediterrâneo.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril "light sweet crude", para entrega em outubro, novo contrato de referência, encerrou em 114,59 dólares, perdendo 6,59 dólares em relação ao fechamento de quinta-feira.

Na semana, o barril se valorizou 82 centavos, mantendo-se bem longe de seu recorde estabelecido em 11 de julho, quando bateu a marca de 147,27 dólares.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte, para entrega em outubro, perdeu 6,24 dólares, a 113,92 dólares, mas ganhou 1,37 dólar na semana.

Os preços da commodity, que haviam subido mais de 5 dólares ontem, reverteram essa tendência hoje, diante da queda do euro frente ao dólar no mercado cambial, explicou Phil Flynn, da Alaron Trading.

Após superar 1,49 dólar na quinta, o euro era negociado a 1,47 dólar, nesta sexta. Em geral, a queda da moeda americana em relação às principais divisas do mundo estimula os investidores a comprarem matérias-primas para proteger seus portfólios da inflação. Já a valorização do dólar provoca o efeito inverso.

Outro fator determinante, segundo Bart Melek, da BMO Capital, foi a Turquia ter anunciado a reabertura do oleoduto BTC (Baku-Tbilisi-Ceyhan), fechado em 5 de agosto após a explosão de um aparelho de bombeamento, no leste do país. Diariamente, passa por esse oleoduto 1,2 milhão de barris (mbd) de cru, do mar Cáspio para a Europa.

Além disso, a demanda de petróleo se reduzirá, consideravelmente, nos países industrializados (Estados Unidos, Japão e Europa), devido à desaceleração de suas economias, estimulando uma queda dos preços, acrescentou Melek.

Os americanos, que absorvem cerca de 20% da produção mundial de cru, consumiram 3% a menos em produtos petroleiros nas últimas quatro semanas, em comparação ao mesmo período do ano passado.

lo/tt/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.