Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai, de olho na decisão da Opep

Os contratos futuros do petróleo, negociados no mercado internacional, operam em baixa superior a 1% na manhã de hoje, com o mercado na expectativa de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) mantenha os níveis atuais de produção. O fortalecimento recente do dólar ante as principais moedas estrangeiras, especialmente ontem, quando atingiu sua maior cotação em 11 meses em relação ao euro, também pesa sobre os negócios com a matéria-prima (commodity).

Agência Estado |

O analistas da Sucden Andrey Kryuchenkov lembra que ainda existe o risco político e a temporada de furacões não está concluída. "Mas o encontro da Opep está ofuscando tudo neste momento", pondera.

O furacão Ike, enfraquecido à categoria 1, atingiu Havana no início da manhã de hoje, com chuvas e ondas que deixaram pelo menos quatro pessoas mortas. Há expectativa de que o furacão ganhe força no Oeste de Cuba e se torne ainda mais forte quando atingir as águas quentes do Golfo do México amanhã. Em sua passagem pelo Haiti, o furacão deixou 66 pessoas mortas.

Às 8h49 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em outubro caía 1,5% a US$ 104,75 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Em Londres, o contrato do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento recuava 1,47% para US$ 101,92 o barril, na plataforma da Bolsa Intercontinental (ICE). As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG