Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai com temor sobre demanda global

Os contratos futuros de petróleo operam em queda nos mercados internacionais, como reflexo das preocupações com a demanda nos EUA e na Europa, diante do ambiente de desaceleração econômica global. Mas os participantes do mercado seguem de olho no furacão Ike, que tem potencial de entrar no Golfo do México na próxima semana.

Agência Estado |

Às 11h33 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI recuava 1,96%, a US$ 105,78 por barril no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), chegando a atingir a menor cotação em cinco meses. Em Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent caía 2,11%, a US$ 104,06 por barril.

Os contratos chegaram a subir em reação ao declínio do dólar frente ao euro, depois do relatório de postos de trabalho nos EUA, mas a moeda norte-americana retomou a trajetória de alta.

A queda do petróleo resulta de sinais de que as economias européias também estão desacelerando, além dos EUA, o que leva a uma redução na demanda por petróleo, disseram analistas. O consumo norte-americano já vinha caindo em boa parte do ano, mas até recentemente a expectativa era de que a demanda em outras partes do mundo cresceria. A fraqueza da economia européia tem feito o dólar se fortalecer frente ao euro nas últimas semanas, provocando vendas nos mercados de petróleo.

No âmbito climático, o furacão Ike pode ameaçar a zona de produção de petróleo do Golfo do México na próxima semana, potencialmente forçando produtores a retirarem funcionários das instalações na região pela segunda vez em duas semanas. Os campos de petróleo no Golfo produzem cerca de 1,3 milhão de barris por dia, ou 25% da produção doméstica dos EUA. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG