Os contratos futuros do petróleo, negociados no mercado internacional, operam em queda hoje, tanto em Londres quanto em Nova York, pressionados pela expectativa de que a demanda por petróleo deve diminuir, após a Comissão Européia, braço executivo da União Européia (UE), anunciar que a zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda) entrou em um período de recessão e que a economia da região deve permanecer estagnada em 2009. Por volta das 12h10 (de Brasília), o futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em dezembro caía 2,55% a US$ 66,05 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

No mesmo horário, na Bolsa Intercontinental (ICE), em Londres, o contrato futuro com mesmo vencimento do petróleo tipo Brent perdia 3,11% a US$ 63,29 o barril.

A economia na zona do euro já está em recessão e deve permanecer estável na maior parte de 2009, de acordo com um relatório da Comissão Européia, divulgado hoje. A entidade acrescentou que os mercados financeiros ainda estão em condições "precárias", trazendo riscos significativos para as perspectivas econômicas.

Segundo a Comissão Européia, a zona do euro encontra-se em uma recessão técnica, já que a economia da região sofreu uma retração no segundo e no terceiro trimestres deste ano, mas ainda deve encerrar 2008 com expansão de 1,2%, ante 1,7% previstos em abril. Para os 27 países da União Européia, a Comissão espera expansão de 1,4% este ano, em comparação à previsão anterior de 2%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.