Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai abaixo de US$ 58 pela 1ª vez em 19 meses

Os contratos futuros do petróleo atingiram novas mínimas em mais de 19 meses nesta manhã, com investidores novamente fixados na idéia de que a desaceleração global irá comprometer gravemente a demanda. Após atravessar o nível psicológico de US$ 60,00 o barril ontem, o petróleo leve (tipo WTI) varou o patamar de US$ 58,00 pela primeira vez desde março de 2007 e chegou a US$ 57,77 na mínima durante as negociações no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex).

Agência Estado |

O petróleo Brent, negociado em Londres, caiu até US$ 54,35 o barril, a mais baixa cotação desde janeiro de 2007.

Às 8h09 (de Brasília), o petróleo leve operava em baixa de 1,65% a US$ 58,35 o barril na Nymex eletrônica e o Brent caía 1,27% para US$ 55,00 o barril em Londres.

A desaceleração das bolsas européias das máximas da abertura contribuiu para aprofundar as perdas do petróleo. Os investidores aguardam ainda a divulgação do relatório anual da Agência Internacional de Energia (AIE) sobre as condições do mercado de petróleo.

Os investidores observam seriamente as perspectivas para a demanda, embutindo nos preços as indicações de retração, tendo em vista a queda na atividade econômica mundial. Ontem, os preços cederam com o anúncio da China de importação menor do que o esperado de petróleo em outubro. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG