Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai abaixo de US$ 44, menor nível em 47 meses

Os contratos futuros de petróleo despencaram pela quinta sessão consecutiva em Londres e Nova York, com os participantes temendo um acúmulo de oferta diante da fraca demanda. A desaceleração econômica global ameaça congelar o crescimento no consumo mundial de petróleo pela primeira vez desde 1983.

Agência Estado |

"Continuamos a ver um mercado que reage a todas as notícias negativas e expectativas de menor demanda", disse Tom Bentz, corretor e analista do BNP Paribas em Nova York.

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo para janeiro caíram US$ 3,12, ou 6,67%, e fecharam a US$ 43,67 por barril - nível mais baixo desde 5 de janeiro de 2005. Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 43,36 e a máxima de US$ 47,27.

Na ICE Futures, em Londres os contratos de petróleo Brent para janeiro fecharam a US$ 42,28 por barril, em baixa de US$ 3,16, ou 6,95%. A mínima foi de US$ 41,97 e a máxima de US$ 45,68.

O longo declínio de vários meses do petróleo ocorre na medida que as economias desaceleram ao redor do globo, o dólar se fortalece e os fundos de investimentos liquidam suas posições em resposta às condições de crédito mais apertadas. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG