Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai abaixo de US$ 38 com dúvidas sobre pacote

Os contratos futuros de petróleo fecharam no nível mais baixo em três semanas na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), com o mercado expressando sua dúvida de que o pacote de estímulo financeiro possa evitar um enfraquecimento adicional da demanda, segundo operadores e analistas. Na Nymex, os contratos de petróleo para março caíram US$ 2,01, ou 5,08%, e fecharam a US$ 37,55 por barril.

Agência Estado |

Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex, a mínima foi de US$ 37,37 e a máxima, de US$ 41,80.

Os preços do petróleo também caíram em antecipação aos dados sobre os estoques comerciais norte-americanos, uma vez que a expectativa de consenso é de outra semana de aumento dos estoques.

O movimento de queda dos preços de petróleo ocorreu em sintonia com o acentuado declínio do mercado de ações, com os investidores expressando sua preocupação de que as propostas para reforçar as instituições financeiras e estimular a economia vão se mostrar inadequadas diante de uma profunda recessão. O Senado americano aprovou um pacote de estímulo econômico de US$ 838 bilhões, enquanto o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, traçou as linhas gerais de uma proposta para estimular os empréstimos, que pode resultar no comprometimento de mais US$ 1 trilhão.

O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, caía 4,5% no momento do fechamento do mercado de petróleo.

"O número de US$ 1 trilhão está assustando o povo", disse Mark Waggoner, presidente da Excel Futures. "As pessoas estão se perguntando se vai ser suficiente e, por outro lado, estão dizendo que dessa forma muito dinheiro será gasto", disse.

Na ICE Futures, em Londres, os contratos de petróleo Brent para março fecharam a US$ 44,61 por barril, queda de US$ 1,41, ou 3,06%. A mínima foi de US$ 44,38 e a máxima de US$ 48,22. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG