Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petróleo cai 6% a US$ 63,59; corte da Opep não faz efeito

Os contratos futuros de petróleo operam em queda forte nesta manhã de sexta-feira. A decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de cortar a produção diária em 1,5 milhão de barris não foi capaz de elevar os preços no mercado futuro.

Agência Estado |

"Dê uma olhada no derretimento da economia mundial", disse um operador de Londres. "Precisamos de algo mais próximo de dois (milhões de barris por dia) para dar qualquer suporte aos preços."

O analista Jim Rintoul, da TheOilTrader.com, disse que o corte da Opep será insuficiente para fazer frente ao enfraquecimento da demanda. Segundo ele, tendo em vista a aproximação das eleições norte-americanas, uma redução maior pela Opep dificilmente seria aceita pelos sauditas, que provavelmente ficariam sob grande pressão do governo dos EUA. Segundo ele, os preços do petróleo podem cair abaixo dos US$ 60 o barril até dezembro nas atuais condições de mercado se a Opep não fizer cortes adicionais.

Às 9h26 (de Brasília), o contrato de petróleo com vencimento em dezembro negociado no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) caía 6,26%, para US$ 63,59 o barril. Na mínima de hoje, já foi cotado a US$ 63,05. Em Londres, o petróleo tipo Brent recuava 5,98%, para US$ 61,98 o barril. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG