O petróleo Brent, de referência na Europa, caiu na Bolsa Intercontinental de Futuros de Londres (ICE Futures, em inglês) pelo fortalecimento do dólar e a expectativa do mercado que a desaceleração da economia provoque uma queda da demanda por petróleo.

O barril do Brent para entrega em setembro acabou o pregão a US$ 117, cerca de US$ 0,7 a menos que no fechamento da jornada anterior.

O Brent alcançou seu menor valor às 12h30 (em Brasília), quando era cotado a US$ 115,6, 22% a menos que o recorde de US$ 147,5 de 11 de julho.

Após bater recordes seguidos, o petróleo registra atualmente uma tendência de baixa sustentada pela previsão de que haja uma queda da demanda frente um aumento da produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

No entanto, o mercado aguarda fatores que podem disparar o custo do petróleo, como as tensões geopolíticas com o Irã pelo programa nuclear do país ou na Nigéria, onde persiste a ameaça de ataques de separatistas às instalações petrolíferas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.