O barril do petróleo foi cotado hoje abaixo dos 70 dólares em Nova York, pela primeira vez desde agosto de 2007, depois do anúncio de um forte aumento das reservas de petróleo nos Estados Unidos.

Segundo o Departamento de Energia, as reservas americanas de cru e de gasolina experimentaram um aumento semana passada, muito maior que o esperado.

Já a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) anunciou hoje que sua reunião extraordinária para examinar o impacto da crise financeira no mercado de petróleo acontecerá no dia 24 de outubro em Viena, não mais a 18 de novembro como previa inicialmente.

Durante a reunião será "discutida a crise financeira mundial" e seu "impacto no mercado de petróleo".

Sábado, os 12 países da Opep pediram o reforço da regulação do mercado de petróleo para limitar a especulação que contribuiu para uma muito forte volatilidade dos preços do cru este ano.

O preço do barril chegou a ser cotado a 147,50 dólares no dia 11 de julho.

Já as reservas americanas de petróleo dispararam em 5,6 milhões de barris, com um estoque de 308,2 milhões de barris na semana concluída em 10 de outubro; os analistas ouvidos pela agência Dow Jones Newswires previam um aumento de apenas 2,2 milhões de barris.

gmo/fka/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.