Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petroleiros protestam em unidades do Paraná

O Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (Sindipetro) realizou protestos hoje nas unidades da Petrobras no Paraná, com atraso na troca de turno. Também está sendo feita a operação-padrão, limitando autorização de serviços nas unidades, disse o presidente do Sindipetro, Sivaney Bernardi.

Agência Estado |

Segundo ele, a manifestação não tem prazo para terminar. A assessoria de imprensa da Petrobras no Paraná disse que os atrasos nas trocas de turno não ultrapassaram 1 hora e 40 minutos, não tendo impacto na produção.

Os petroleiros aguardam até o dia 24 uma resposta da empresa à proposta que apresentaram de distribuição dos lucros e resultados. "Estamos em estado de greve e em assembléia permanente, podendo decidir pelo corte de rendição a qualquer momento", disse Bernardi. A manifestação atingiu, no Paraná, a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (região metropolitana de Curitiba), a Usina de Xisto, em São Mateus do Sul (interior do Estado), e o terminal da Transpetro, no Porto de Paranaguá.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG