A Petrobras reúne-se amanhã, às 14 horas, com lideranças sindicais da Bacia de Campos para discutir uma saída para a greve de cinco dias iniciada ontem.

Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte-Fluminense (Sindipetro-NF), o encontro foi pedido pela estatal em comunicado enviado hoje, mas a categoria pediu o adiamento para amanhã porque as lideranças estão reunidas na Federação Única dos Petroleiros (FUP) para discutir a possibilidade de uma greve nacional.

A mobilização na Bacia de Campos conseguiu suspender as operações em pelo menos 12 plataformas, mas a produção foi totalmente normalizada ainda ontem, por equipes de contingência formadas pela estatal. O Sindipetro-NF reivindica que o dia de desembarque das plataformas seja contado como dia de trabalho, e não de folga, como ocorre hoje. Já a FUP ameaça parar por causa da insatisfação com relação à Participação dos Lucros e Resultados (PLR) proposta pela companhia este ano.

Leia mais sobre Petrobras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.