Tamanho do texto

Umn petroleiro saudita carregado com dois milhões de barris de combustível que foi seqüestrado por piratas em pleno Oceano Índico está nesta terça-feira nas costas da Somália.

"O petroleiro está nas costas da Somália e continua sob controle dos piratas", declarou à AFP uma fonte da Quinta Frota dos Estados Unidos, com base no Bahrein.

Os 25 membros da tripulação, incluindo dois britânicos, estão em bom estado de saúde.

"Ninguém a bordo do navio foi ferido", declarou uma fonte da companhia Vela International Marine Lt, que administra petroleiro "Siris Star", que pertence à gigante saudita Aramco.

A fonte, que pediu anonimato, revelou que o "Sirius Star", tem capacidade de dois milhões de barris, sua carga no momento do seqüestro, o que representa 100 milhões de dólares.

wak-tm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.