Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras vai recorrer ao STF em disputa com usineiros

A Petrobras informou hoje que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que determinou o pagamento de cerca de R$ 360 milhões a usineiros nordestinos. O imbróglio começou quando empresas do setor açucareiro repassaram créditos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) à estatal.

AE |

A Petrobras informou hoje que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que determinou o pagamento de cerca de R$ 360 milhões a usineiros nordestinos. O imbróglio começou quando empresas do setor açucareiro repassaram créditos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) à estatal. A Petrobras optou por não usar os créditos. Dez anos depois, os empresários decidiram entrar na Justiça pedindo ressarcimento. Em 20 de abril, a 18ª Câmara Cível do Rio de Janeiro decidiu a favor dos usineiros. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Petrobras informou que irá recorrer ao STF. O argumento da companhia é que o incentivo fiscal por meio do crédito-prêmio de IPI deixou de existir em 1990 e que os créditos recusados pela Petrobras remontam a 1992. "A Petrobras esclarece que continua a se defender na esfera judicial nesta questão, uma vez que não faz sentido algum pagar perdas e danos relacionados a crédito-prêmio inexistente", diz a nota.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG