A queda do valor de mercado em dólares da Petrobras no período de 20 de maio (recorde de pontuação da Bovespa) até hoje é a maior entre todas as empresas de capital aberto das Américas (exceto Canadá), segundo apontou estudo da consultoria Economática. De acordo com o levantamento, o valor neste período caiu de US$ 303,6 bilhões para US$ 206,1 bilhões, uma redução de US$ 97,5 bilhões.

A segunda maior queda também é de uma petrolífera, a americana Exxon Mobil, que no mesmo período perdeu US$ 93,6 bilhões. A mineradora brasileira Vale tem a terceira maior queda, com US$ 66,3 bilhões. Na 20ª colocação, aparece outra brasileira, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), com US$ 13,6 bilhões.

A soma das 20 maiores quedas de valor de mercado no mercado brasileiro no período analisado é de R$ 503,9 bilhões, equivalente ao valor (em reais) da Petrobras em 20 de maio, segundo a Economática. A queda da Petrobras, de R$ 169 bilhões, representa 33,5% do total das 20 maiores. Já a Vale, com redução de R$ 114,4 bilhões, equivale a 22,7%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.