Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras não vê ligação entre queda nas ações e discussão do pré-sal

RIO - A Petrobras não acredita que a queda de valor de mercado da companhias nas últimas semanas esteja ligada às discussões sobre o marco regulatório para exploração do pré-sal, no litoral brasileiro.

Valor Online |

Para o presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, o recuo das ações segue o comportamento geral dos papéis das petroleiras mundiais, que acompanham o momento de baixa da cotação do petróleo no mercado internacional.

Acredito que a queda no valor de mercado da Petrobras está associada ao preço do petróleo, disse Gabrielli, que participou hoje do lançamento do programa Petrobras Ambiental, através do qual a estatal destinará R$ 500 milhões a ações de meio ambiente até 2012.

Esses investidores estão olhando muito o curto prazo e também tem muita especulação no curto prazo com as ações, disse.

O executivo acredita que há uma tendência de queda nos preços da commodity, mas ressaltou que a trajetória não é definitiva. Para ele, vai haver um momento em que o preço baterá em um limite e voltará a subir.

Da mesma forma que dissemos quando o preço foi a US$ 147, que isso era um movimento de curto prazo, nós achamos que essa queda também é um movimento de curto prazo, afirmou.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG