SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras anunciou na quarta-feira a assinatura de contrato de 857 milhões de dólares para a integração das unidades da plataforma P-55, que será instalada na Bacia de Campos. O contrato foi assinado com o consórcio Top-55, formado pela Construtora Queiroz Galvão, UTC Engenharia S.A. e IESA Óleo e Gás S.A, que será responsável pela união do casco com os módulos de processo da P-55, que é do tipo semi-submersível. A obra, de acordo com comunicado da Petrobras, será realizada no Estaleiro Rio Grande, no Rio Grande do Sul.

O valor total da construção da plataforma será de 1,65 bilhão de dólares e a previsão é que a operação se inicie em 2011, no campo gigante de Roncador.

(Por Camila Moreira)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.