SÃO PAULO - Tendo em vista as condições mais apertadas de crédito no mercado internacional com a crise econômica, a Petrobras vem estudando várias alternativas para financiar seu plano de investimentos 2009-2013. Um desses modelos envolve a possibilidade de que países consumidores de seus produtos venham a financiar projetos em troca de fornecimento futuro.

" Não se trata de venda antecipada. É um mecanismo de garantia de fornecimento no longo prazo. Mas alguns países valorizam isso e podem negociar o financiamento " , disse o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli. Ele não revelou quais seriam os interessados mas disse estar negociando com vários países.

Outra modalidade seria a captação junto a agências de fomento de outras nações, com as quais a empresa mantém relações como compradora de produtos e serviços. " As agências de fomento são grandes fontes de investimento e crédito e têm demonstrado interesse " , comentou o diretor-financeiro da estatal, Almir Barbassa.

Os executivos da Petrobras conversaram com os jornalistas após apresentar o projeto de investimentos 2009-2013 da companhia a empresários reunidos na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.