O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje que estatal está preparada para uma possível greve conjunta dos petroleiros das refinarias e das plataformas. De acordo com ele, caso a Federação Única do Petroleiros (FUP) decida, na reunião de amanhã, por uma paralisação nas refinarias, a estatal já tem pronto um plano de contingência para manter as unidades em funcionamento.

Funcionários da empresa na Bacia de Campos entraram em greve para pedir reconhecimento do dia de desembarque das plataformas como dia de trabalho, e não como dia de folga, como acontece hoje. Outra reivindicação é pelo aumento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), levada à estatal por meio da FUP, pois trata-se de um pleito que tange os funcionários da companhia em todas as unidades no País. Em comunicado, a Petrobras informou que acionou seu plano de contingência, mantendo a continuidade operacional, a segurança de suas operações e o abastecimento do mercado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.