Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobrás encontra mais óleo na bacia de Santos

A Petrobrás comunicou ontem à Agência Nacional de Petróleo (ANP) uma nova descoberta na área do pré-sal da Bacia de Santos. Desta vez, a descoberta ocorreu no bloco BM-S-9, onde estão localizados os blocos de Carioca e Guará.

Agência Estado |

O terceiro poço perfurado nessa região também revelou indícios de óleo, mas ainda não há estimativas de volume.

A Petrobrás não detalhou a nova descoberta e informou apenas tratar-se de um "furo de extensão", feito para ampliar o conhecimento de reservatórios já existentes. De acordo com dados da ANP, a descoberta foi feita a uma profundidade de 2.118 metros da lâmina dágua.

O bloco BM-S-9 é operado pela Petrobrás (45%), em parceria com a britânica BG (30%) e a espanhola Repsol (25%). Naquela área, a Petrobrás só divulgou estimativas para o volume de reservas de Guará, entre 1 bilhão e 2 bilhões de barris. A área deverá começar a produzir este ano, dentro do Teste de Longa Duração (TLD).

Para esse bloco, as maiores expectativas giram em torno da área de Carioca, que pode conter, segundo projeções, a maior acumulação de óleo da área do Polo de Tupi, na Bacia de Santos. Por enquanto, a descoberta de Tupi ainda é a mais promissora, com estimativa de volume entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris de petróleo.

Nelson Rodrigues de Matos, analista do Banco do Brasil, disse que, como a Petrobrás não deu detalhes, não há como fazer uma avaliação da importância da descoberta. "A Petrobrás apenas comunicou que encontrou petróleo, mas não disse onde. Disse o bloco, mas não disse se era prospecto novo ou antigo", comentou.

Carioca foi alvo de uma grande polêmica dois anos atrás, quando o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, comentou que suas reservas poderiam conter 33 bilhões de barris de óleo. Ou seja, Carioca, situado na mesma área da descoberta divulgada ontem, seria entre quatro e seis vezes maior que Tupi. Depois, o diretor teve de corrigir a declaração.

Além de Carioca e Guará, já foram identificadas potenciais reservas em um terceiro prospecto nas áreas, de Abaré Oeste e Iguaçu.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG