A Petrobrás anunciou na noite de ontem a contratação de um consórcio de bancos para a emissão de títulos da companhia no mercado internacional. A operação, ainda sem valor definido, será feita em diversas etapas, segundo comunicado divulgado pela empresa.

A ideia é trocar empréstimos-pontes contratados no exterior no início do ano por dívida de longo prazo.

De acordo com a estatal brasileira, os bancos Citi, HSBC, JP Morgan e Santander vão coordenar a operação. Banco do Brasil e Société Générale também vão participar do consórcio.

Os títulos serão lançados pela Petrobrás International Finance Company (PIFCo), braço da estatal, para obtenção de financiamentos no exterior.

Após o estouro da crise, em setembro do ano passado, a empresa foi obrigada a buscar diferentes modelagens de financiamento.

Em outubro, tomou R$ 2 bilhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) para ajudar no pagamento de impostos. Este ano, levantou US$ 6,5 bilhões em empréstimo-ponte com instituições financeiras. A empresa também obteve linhas junto a bancos de fomento, como o BNDES.

Em entrevistas recentes, a direção da companhia tem afirmado que a situação financeira está confortável para garantir o plano de investimentos pelo menos para os próximos dois anos. O planejamento estratégico para o período entre 2009 e 2013 prevê aportes de até US$ 174,4 bilhões no período.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.