Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras e Vale seguram Bovespa; dólar reverte e sobe para R$ 2,417

SÃO PAULO - A semana começa de forma positiva na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que volta a operar acima dos 37 mil pontos. Por volta das 13 horas, o Ibovespa ganhava 0,85%, para 37.

Valor Online |

175 pontos, com giro financeiro em R$ 590 milhões.

Segundo o diretor de renda variável da FinaBank Corretora, Edson Marcellino, o mercado brasileiro segue a formação de preço das commodities, em especial o petróleo, que volta a ser negociado acima dos US$ 40 o barril de WTI, refletindo a instabilidade do Oriente Médio.

A recuperação de preço da matéria-prima dá atratividade às ações da Petrobras e também melhora o ambiente para mineradoras e siderúrgicas. Liderando o volume negociado, Petrobras PN subia 2,72%, para R$ 22,60, seguida de Vale PNA, que avançava 1,67%, a R$ 24,30. Contribuindo para os ganhos do dia, Usiminas PNA aumentava 3,03%, para R$ 26,17, e Gerdau PN valorizava 1,5%, para R$ 14,87.

Marcellino aponta que esses papéis concentram os negócios do dia, que já são bastante limitados em função dos feriados de final de ano. Até o momento, o giro total projetado para a segunda-feira é de pouco mais de R$ 1 bilhão. Para ilustrar como tal movimento é inexpressivo, o ativo PN da Petrobras sozinho movimenta a mesma quantidade de dinheiro em dias normais.

Para o diretor, com mais um pregão pela frente em 2008, o Ibovespa pode tentar buscar os 38 mil pontos. Mas mesmo que encerre o ano com tal pontuação, o índice, ainda assim, acumularia perda de 40,5% no ano, pondo fim a uma seqüência de cinco anos consecutivos de valorização.

Ainda dentro do Ibovespa, o petróleo mais caro estimula a venda das ações das companhias aéreas. TAM PN apresentava queda de 4,40%, para R$ 18,22, e GOL PN perdia 2,74%, a R$ 9,91. Entre as operadoras e telecom, Telemar ON perdia 3,79%, a R$ 37,04 e TIM Part PN cedia 3,19%, para R$ 3,03.

Fora do Ibovespa, destaque para a ação ON da OGX Petróleo, que valorizava 8,69%, para R$ 500,00. Bom desempenho também para o ativo ON da incorporadora InPar, que aumentava 3,16%, a R$ 1,63. A companhia vendeu ativos e levantou mais R$ 100 milhões para o seu caixa.

No mercado externo, a Bolsa de Nova York (NYSE, na sigla em inglês) tem um começo de pregão instável. Há pouco, o Dow Jones perdia 0,15%, contrariando o sinal dado pelos índices futuros. Já a bolsa eletrônica Nasdaq caía 0,46%.

No câmbio, a volatilidade é bastante grande, algo visto com normalidade pelos operadores em função do baixo volume negociado no mercado. Depois de cair a R$ 2,342 na mínima da manhã, há pouco, o dólar comercial era negociado a R$ 2,417 na venda, alta de 1,98%.

O Banco Central ainda não atuou no mercado à vista, mas anunciou leilão de venda com compromisso de recompra (leilão de linha) para a terça-feira.

Segundo a AGK Corretora de Câmbio, a autoridade monetária poderia aproveitar o ambiente de baixa liquidez e vender dólares em volume maior, trazendo, assim, a cotação para baixo dos R$ 2,30.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG